Buscar

Dicas conforto térmico #2: VENTILAÇÃO CRUZADA


Quem ai nunca ouviu falar de ventilação cruzada, ou já ouviu e não entende muito bem sobre o assunto?? Esse post foi feito para que você possa compreender um pouco mais sobre esse assunto de extrema importância. Lembrando que já falamos sobre ventilação em um de nossos blogs que deixarei lincado AQUI, e nele falamos um pouco sobre ventilação cruzada também. Então corre lá para dar uma lida e aumentar ainda mais seu conhecimento. Assistam o vídeo e leia o post.


Quem é do Tocantins ou de cidades quentes como a nossa sabe que os meses mais quentes do ano estão chegando. Você que nos acompanha já percebeu que conforto térmico é uma das nossas principais preocupações, entre os meios de ajudar no conforto vamos dar destaque a ventilação cruzada.

Para entender a importância da ventilação cruzada basta fazermos uma analogia a sombra de uma árvore. Por que a sombra de uma árvore na maioria das vezes é mais agradável que a sombra de um telhado comum? Para isso existem várias explicações, e uma das principais é a ventilação que a árvore permite, ou seja, como a copa da árvore permite que os ventos passem por todos os lados e alturas ela consegue ter o vento circulando por completo, devido a isso a sombra que fica embaixo da árvore acaba ficando sempre com ar renovado. Já o ambiente de uma casa comum que possui apenas uma abertura vai permitir a entrada dos ventos mas não vai permitir a saída, deixando assim o ambiente abafado. Por isso a importância da ventilação cruzada, pois os ventos precisam entrar e sair do ambiente.



Ai você se pergunta: tá bom, mas como posso deixar minha edificação mais ventilada? Nesse caso temos duas opções, ou você está construindo do zero ou está reformando. Em ambos os casos é necessário saber que os ventos predominantes da nossa região, vêm do leste e sudeste, então se você está construindo do zero fica mais mais fácil, pois junto ao profissional contratado (espero que seja a Perelopes, rsrs), já se projeta pensando em espaços e aberturas para que os ventos cruzem pela edificação.

Agora se você está reformando é um pouco mais complicado, pois é necessário estudar o entorno, altura das edificações, dos muros existentes e dos bloqueios de vento, para ver se será necessário modificar algumas coisas e se necessário o que modificar para permitir que os ventos entrem para a edificação.


Agora que conseguiu fazer com que os ventos entrem na edificação, você tem que permitir que os ventos saiam e para isso tem que saber a direção que os ventos estão correndo para dentro da casa e permitir que tenham aberturas para que ele saia levando o ar quente para o lado de fora. Bem simples o conceito.

Ah, mais um detalhe, o ar quente fica muio acumulado na parte de cima próximo ao forro e da laje, então é importante ter aberturas o mais próximo possível deles, para que esse ar quente consiga sai com mais facilidade. Com essas dicas você terá ambientes mais refrigerados e confortáveis.


Nos nossos projetos sempre pensamos no que é melhor para o cliente e para a cidade, visando sempre a melhor qualidade de vida no meio em que escolhemos para viver.

Para uma edificação mais inteligente sempre procure e cobre do seu profissional responsável. Qualquer dúvida estamos a disposição através de nossos contatos presentes no site.

Obrigado!

Equipe Perelopes

#perelopesarquitetura #muros #arquiteto #ventilaçaocruzada #arquiteturabioclimática #conforto #ventilaçãonatural #palmas #efeitochaminé #projetoscasas